As marcas que deixamos no meio ambiente

Posted by: | Posted on: junho 26, 2015

16.06-pegada_ecologica_3Você já parou para pensar que a forma como vivemos deixa marcas no meio ambiente? É isso mesmo. Seu estilo de vida, seu consumo, seus hábitos deixam “pegadas” na Terra, que podem ser maiores ou menores, dependendo de como caminhamos.

Para entender melhor o que isso significa é preciso conhecer a chamada Pegada Ecológica, uma metodologia que avalia o impacto do consumo humano sobre a capacidade de recursos naturais disponíveis no mundo. Ou seja, é uma forma de medir a quantidade de recursos naturais do planeta que um país, cidade ou pessoa precisa para sustentar determinado estilo de vida.

A metodologia da Pegada Ecológica considera os vários tipos de territórios produtivos (agrícola, pastagens, oceano, florestas, áreas construídas) e as diversas formas de consumo (alimentação, habitação, energia, bens e serviços, transporte e outros). As tecnologias usadas, os tamanhos das populações e outros dados também entraram na conta.

Os criadores deste conceito foram os especialistas William Rees e Mathis Wackernagel que, no início da década de 90, procuravam formas de medir a dimensão crescente das marcas que deixamos no planeta para ajudar a população a perceber quanto de recursos da Natureza estavam utilizando para sobreviver.

Hoje, por exemplo, estamos em débito com o planeta, pois consumimos 50% a mais do que temos disponíveis em recursos naturais, ou seja, precisamos de 1,5 planeta para sustentar nosso estilo de vida. E pode piorar. Se continuarmos consumindo desta forma, em 2050, precisaremos de 2,9 planetas para nos sustentar.

Outro grave efeito da excessiva exploração da natureza é a perda acelerada de biodiversidade, ou seja, o desaparecimento ou declínio do número de populações de espécies de plantas e animais.
Então, o que podemos fazer?

Antes de mais nada, faça o teste e calcule sua Pegada Ecológica. Se estiver acima da média, procure repensar seu estilo de vida. Reveja seus hábitos e, principalmente, entenda como eles podem afetar sua vida no futuro. Para começar, algumas dicas: diminua o consumo, valorize produtos regionais, separe os redísudos para reciclagem, utiliza mais transportes públicos, não esqueça luzes acesas ou a TV ligada o tempo todo. Lembre-se que se não tivermos recursos naturais suficientes para a população, teremos falta de alimento, de água, de energia e até de ar!

Saiba tudo sobre a Pegada Ecológica, aqui.